Despertando do coma ,Carlos Pereira

março 31, 2010

Terry Wallis foi notícia no mundo inteiro porque abriu os olhos novamente depois de dezenove anos em estado de coma após sofrer um acidente de carro, nos Estados Unidos. Fato raro, segundo a Medicina, uma vez que a freqüência comum de reavivamento é de três meses. Terry acordou do longo sono bastante humorado. Primeiro falou com a mãe, depois pediu a terapeuta para fazer amor com ele. Outro caso interessante ocorreu com Patricia White Bull, uma bailarina que durante o parto de seu quarto filho desacordou para somente recobrar a consciência dezesseis anos depois, exatamente no natal de 1999. Embora a ciência tenha avançado bastante sobre o mecanismo de funcionamento do cérebro, especialmente nesta última década, não conseguiu desvendar o mistério para casos como estes de Terry Wallis e Patricia Bull. Não conseguiu porque ainda não levou em consideração a tese do princípio espiritual que anima cada ser vivente.

O ser humano não é tão-somente um animal racional, é, sobretudo, um ser espiritual que recebe um corpo de carne para passar por experiências de aprendizado no planeta Terra.  Para ligar o espírito ao corpo físico existe um corpo específico, semimaterial, que encontra várias denominações como corpo bioplasmático, perispírito, corpo astral etc. A morte somente acontece quando as ligações do corpo físico com este corpo espiritual se efetiva. Um paciente em estado de coma mantém estes laços de vitalidade sem tempo determinado para desligamento. Por isso, a terminologia mais adequada para configurar este fenômeno seria a desencarnação, isto é, a ação de saída do corpo de carne. A miopia científica, porém, para as questões espirituais, faz atrasar os avanços necessários para o tratamento integral do ser humano.

Um paciente, em estado de coma, está presente no local onde seu corpo fica paralisado, presenciando o que ocorre ao seu redor ou em qualquer lugar, a semelhança do que atestam as pessoas que passaram por experiências de quase-morte. Se familiares, amigos ou médicos conversarem com o paciente podem ter a certeza que ele terá condições de ouvir e ver, sem, contudo, ter a capacidade de dar a resposta. Pode até aparecer normalmente em sonhos, pois quem está aprisionado na cama é o corpo e não o espírito. Mas, qual a razão para alguém passar tanto tempo ausente do mundo? Pode-se afirmar que cada caso é um caso, e compreendendo a Lei Divina como perfeita, é certo que aquela experiência deva servir de resgate de débitos cármicos provocados por ele noutras vidas.

O desaviso sobre a realidade espiritual pode, também, nos casos de coma profundo por longo período, levar ao raciocínio de abreviação dos sofrimentos do paciente e provocar a eutanásia. O termo eutanásia, proposto pelo filósofo Francis Bacon, em 1623, vem do grego, podendo ser traduzido como boa morte ou morte apropriada e teve a Holanda como o primeiro país do mundo a legalizá-la, em 2001. A eutanásia é outro equívoco. Equívoco porque parte do pressuposto de que a vida pertence à pessoa. A vida, na verdade, pertence a Deus que permite a cada um de nós usufruí-la para a nossa felicidade, não devendo ninguém abreviar a sua ou a de qualquer um, seja qual for a justificativa.

O sono profundo que necessitamos despertar é o da inconsciência daquilo que realmente somos. Acordar para a dimensão do espírito e vivermos em consonância com ela, modificando nossa forma de pensar e conseqüentemente de agir, sobretudo com os outros, sob a perspectiva da vida futura e da imortalidade que nos é inerente.

Carlos Pereira é presidente da Associação de Divulgadores do Espiritismo de Pernambuco, a ADE-PE.
Fonte:http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/reencarne/despertando-do-coma.html

Off-topic

Jessica e seu fruto Giovanna! Te amamos muito

Bom, no momento estou sem muitas palavras, ,mas com FÉ!
Minha irmã passa por um estagio critico, porém, importante para a evolução dela, um periodo de auto-conhecimento.Peço só que concentrem energias positivas, pois estou com saudades já, e respeito as atitudes de Deus, só ele sabe o que deve ser feito. seja qual for a escolha de Deus, será reaproveitado de alguma maneira para cada um de nós. Meu coração está com você minha irmã, te amo do fundo do meu coração, e saiba que estou do seu lado á cada segundo !

Sem mais,
Fábio Santos



URGENTE!!! – Caso Lucas Pereira desaparecido

março 13, 2010

Manifestação do Dr. Antonio Carlos Ratto – pai do Pequeno Lucas Pereira, ainda desaparecido

Conforme autorização em nosso poder, passamos abaixo, uma manifestação dos fatos, fornecidas pelo VERDADEIRO PAI do pequeno LUCAS PEREIRA, que permanece desaparecido, enquanto circulam e-mails falsos, com dados errados e solicitações absurdas.

O desaparecimento dessa criança, é assunto da mais alta gravidade. Além da tristeza de ter um filho sem lugar certo e nada sabido, é no mínimo cruel o que se aventa insistentemente pelas redes, numa demonstração desonesta de que quem assim o faz, quer apenas especular, ou tirar proveito de uma situação até este momento delicada e trágica!

Da redação Revista zaP! Por Elizabeth Misciasci e Sandra Domingues

Que se responsabilizam em publicar, por ser de fonte confiável, ou seja, do Pai Verdadeiro e pela idoniedade no teor da mensagem abaixo:

URGENTE!!! – Caso Lucas Pereira desaparecido



Bom dia! Tenho tentado entrar em contato com a Srª Sandra Domingues, mas confesso que tenho encontrado dificuldade, talvez pela falta de familiaridade com computadores. Portanto, me desculpem de usar este espaço para que as informações cheguem até ela. Sandra Domingues!

Meu nome é Antonio Carlos Ratto, sou pai do garoto desaparecido chamado Lucas Pereira.

Sandra, a busca continua incessante. Houve diversas denúncias e investidas da polícia, mas infelizmente não foram bem sucedidas. Enquanto eu estiver vivo, vou continuar procurando meu filho, sem medir esforços e exigindo da polícia uma postura de profissionais.

A saída da notícia da mídia foi de certa forma até proposital para verificar se com o esfriamento da notícia a pessoa ou as pessoas que estão com o meu filho pudessem mostrar a cara, mas infelizmente isto não aconteceu. Outra justificativa, Sandra, é que dói muito falar sobre o meu filho, ver sua foto em revistas, na TV, isto traz muitas lembranças e machuca muito a gente por dentro.

Confesso que estou escrevendo estas palavras com lágrimas nos olhos e o coração totalmente partido, mas a vida deve continuar, até porque tenho outros 3 filhos, minha mãe está com 80 anos e foi atropelada em São Carlos no dia 24/12/2009 e teve que amputar 3 dedos e tenho um irmão excepcional.

Sandra, o principal objetivo na minha vida é encontrar meu filho. A minha vida somente terá sentido depois que encontrá-lo. Eu não vou parar e a recompensa que fiz de R$ 60.000,00 reais continua valendo.

Lucas vai completar 6 anos em 24/12/2010 e deveria estar na escola, fazendo check up com pediatra de 6 em 6 meses, tomando suas vacinas, brincando na praia da Barra da Tijuca no Rio de Janeiro, local onde eu moro, brincando na sua piscina de nossa casa em Cabo Frio, falando, rindo, conversando. Eu nunca ouvi meu filho falar uma frase completa. Quando ele desapareceu, estava começando a falar as primeiras palavras. Sandra! O que me manteve vivo foram os outros 3 filhos e meu trabalho.

Mantive minha mente ocupada, até porque exerço uma função que exige muito de mim. Sou gerente a 32 anos de uma plataforma de prospecção de petróleo da Petrobras e essas duas coisas contribuiram muito para a minha sobrevivência. Outro fator importante é que tenho certeza que meu filho está vivo e isto me alimenta de esperanças que a qualquer momento vou receber uma ligação dizendo \”encontramos seu filho\”. Sandra. Não quero falar sobre o mãe de Lucas, nunca mais procurei, mas pelas poucas informações que recebi, ela está totalmente perdida, envolvida em drogas e em casos com a polícia. Apesar de tudo que ela fez, tentei ajudá-la internando em uma clínica particular para drogados, mas infelizmente não surtiu efeito. Não quero falar sobre a família dela para não comprometer a minha integridade física. Sandra. Quanto a minha idoneidade basta ir a São Carlos (SP) e perguntar sobre minha pessoa.

Morei lá 27 anos, estudei na USP ou ir a Petrobras, empresa onde sou engenheiro de petróleo a 32 anos. Sandra. É um desaparecimento misterioso, está complexo, não aparece um fio da meada, mas um dia se Deus quiser tudo vai ser esclarecido. Tenho minhas dúvidas quanto a competência da Polícia, mas confio nas pessoas de bem, que um dia abrirá seu coração e acabará denunciando a pessoa que fez isto e aniquilou o coração de um pai.

O mal nunca venceu o bem, por isto tenho certeza que meu filho voltará. Sandra. Muito obrigado pelo empenho na procura pelo meu filho e pela justiça. Coloco-me a disposição para qualquer contato.

Que Deus lhe proteja. Antonio Carlos Ratto (pai de Lucas)

terça-feira, 9 de março de 2010 02:49

COLUNA DE SANDRA DOMINGUES

Atualizado em 06 de março de 2010

Prezados Senhores,

ATENÇÃO: Caso Lucas Pereira

O anuncio de desaparecimento do pequeno Lucas Pereira está sendo divulgado de forma errônea, também no link:

http://www.alemtemporeal.com.br/?pag=brasil_mundo&cod=10607

Dados Errados:

Esse apelo divulgado é errado!

O pai Verdadeiro do menino Lucas Pereira é Antônio Carlos Ratto e não Laércio Garcia e mora no Rio de Janeiro e não SP.

Além disso, este telefone divulgado, não existe.

Quem tiver informações VERDADEIRAS, pode ligar para os telefones:

(16) 3374-1596 (16) 3374-1596 (DIG);
197 (Polícia Civil);
190 (Polícia Militar):
181 (Disque Denúncia)

http://www.eunanet.net/beth/caso_lucas_pereira.php

Elizabeth Misciasci – Jornalista, Humanista, Escritora, Pesquisadora. Presidente do Projeto zaP!
*Embaixadora Universal da Paz no âmbito do Círculo Universal dos Embaixadores da Paz.
Cercle Universel Des Ambassadeurs De La Paix – Suisse/France
*Membro Correspondente da Governadoria da InBrasci no Estado de São Paulo- Insti Bras Culturas Internacionais –
*Membro Efetivo AVSPE *Prêmio Frente Nacional dos Direitos da Criança
*Honra ao mérito – Clube Brasileiro da Língua Portuguesa – título Humanista Honoris Causa, em Língua Portuguesa,
em razão da excelência de sua obra a favôr dos Direitos Humanos.
*Delegada para e Estado de São Paulo (Brasil) do CEN- Intercâmbio Brasil Portugal.
*Coordenadora de imprensa do Proyecto Cultural Sur Paulista
*Indicada ao “Prêmio Clara Mil Mulheres” Nobel da Paz
*Posse dia 17 de agosto 2010 de uma cadeira vitalícia na ALB, por indicação do
Presidente da respectiva Academia Professor e Dr. Mario Carabajal.
55 (XX) 11 9677.9428.
55 (XX) 11 9677.9428
http://www.eunanet.net/beth/index.php
http://reticencias.blog-se.com.br/blog
http://www.avspe.eti.br/avspe2009/ElizabethMisciasci.htm
http://www.revistazap.org