Fábio Santos no Jornal Nacional …

fevereiro 15, 2009

É, eu apareci na Rede Globo (grande coisa né rsrsr) em plena Av. Paulista “bocejando”.
A matéria foi ao ar no dia 14 de fevereiro, e o tema foi o “término do horário de verão”. Segue a imagem abaixo :

Olha a cara de sono !

Olha a cara de sono !

Segue a notícia e o vídeo;

Termina, neste sábado, o horário de verão

Uma mudança que parece pequena, mas que mexe com o sono de muita gente.Mexer os ponteiros é fácil. Difícil é acertar o relógio biológico.
“Na hora que a gente está acostumando, acaba”, diz uma mulher.

Não são todos os brasileiros que encaram essa mudança. Só os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste adotam o horário de verão, que desta vez começou em 19 de outubro e está terminando neste sábado.

Para muitas pessoas, é também o fim de um tormento.

Não é só uma impressão. Os médicos dizem que é realmente mais fácil se adaptar ao fim do que ao início do horário de verão.
Isso porque a luz do dia funciona como um “despertador” e o organismo sofre bem menos para acordar quando já amanheceu.

O cérebro recebe a informação assim: a luz entra pelos olhos e chega a um ponto chamado Núcleo Supra Quiasmático, uma espécie de “marca-passo” da vigília. É ele que deixa a pessoa alerta.

No horário de verão, como demora para clarear, o marca-passo é ativado mais tarde.

A luz do dia também é importante porque inibe a melatonina, substância que provoca o sono.

“Eu prefiro acordar cedo e 18h já estar escuro, é ótimo porque eu não perco a hora de buscar as crianças na escola”, diz uma mulher.

“O ideal é não mudar o horário para o organismo. Entretanto, se o horário vai ser mudado, a melhor coisa para readaptar é você viver a vida naquele horário novo que lhe é imposto”, aconselha a neurologista Dalva Poiari.

Sabe aquela hora “roubada” da madrugada de sono? Pois é. Tem gente ansiosa para tirar o atraso.

Quem quiser o link do vídeo está aqui;
Obs: Valeww Maraisa, grande amiga de me  avisou !

Fonte: Jornal Nacional / Rede Globo
http://jornalnacional.globo.com/

Por: Fábio  Santos


A influência da mídia em sua vida.

setembro 24, 2008

     Hoje o tempo está fechado e chuvoso, ótima oportunidade para assistir um filme embaixo de um edredon com um “balde” de pipoca com refrigerante de limão. Mas é lógico que depois do trabalho ! 
    Prefiro assistir qualquer filme do que assistir a programação da rede globo, a programação brasileira está péssima, não vejo mais o interesse em informar algo instrutivo ao telespectador, sem falar nas novelas, que mostram várias situações do cotidiano ,porém pecam na resolução da mesma.
    Prefiram filmes, prefiro séries que me motivam a pensar, e a entender o que o ser humano é capaz de pensar e fazer ! Em tudo que assistimos ou lemos, é para trabalharmos nossa mente e desenvolver a habilidade de resolução. Já as novelas globais (ainda há piores, mas a grande massa é a global), sempre mostram as mesmas situações (é o que povo quer ver, infelizmente), sempre as traições, que apesar da aventura de trair o seu marido/esposa, sempre demoram á ser “pegos”, e acredito que na mente de quem assiste, passa a impressão de que é bom, sendo assim motivam inconscientemente á tais atos. Nada parece ser mostrado com dignidade, a mulher que é agredida pelo marido, não o denuncia (é o que se deve fazer no primeiro instante, e não ter “dó”). Estes mesmos temas abordados pelas telenovelas, são prejudiciais, eles querem que voces (inconscientemente ) aprendam do modo deles, querem que ouvem as mesmas músicas, querem que se vestem como eles, querem que tomem a atitudes que eles mostram, querem criar á SUA REALIDADE.
    Saiba dividir seu tempo, torne sua preciosa “hora” em casa para conversar com seus filhos, estimule debates, conte o seu dia para seu marido, diga a sua mãe como foi a sua esperência na escola, e o que você aprendeu, leiam livros e discutem sobre o assunto, assistam documentários e comentem, tem tantas maneira de tornar nosso tempo mais produtivos em casa. Temos hoje em dia, um equiparação familiar, pois geralmente todos os membros trabalham, e ainda tem que cuidar dos afazeres de casa, estudar, e aí você chega em casa e perde tempo com algo tão promíscuo (como as temáticas das novelas). Com o tempo a família se distancia, você fica tão entretido com os personagens, que esquece da vida real, e passa a viver uma realidade que não é a que você queria, o tornando infeliz, e os infelizes estão mais propensos á serem aprisionados, pois causam um acerta dependência, e elas sempre irão comparar suas vidas com a ficção. 
    Crie novos hábitos para você e sua família, o que eu escrevi acima foi baseado em experiências (pois sempre estou analizando um ser perdido por aí…). Você vai notar um ambiente mais sadio, todos voces devem estar pensando que é exageiro, mas se começarem a refletir, vão entender o que estou querendo informar.
Se você precisasse manipular alguém, quais eram os meios que você usaria ???
Meditem sobre TELEVISÃO;

a TELEVISÃO é onipresente (está em todos os lugares ao mesmo tempo, informando a mesma coisa)
a TELEVISÃO atinge á todas classes sociais (desde o rico ao pobre, e principalmente a classe média)
a TELEVISÃO tem diversas programações (mas a de mais evidência são as telenovelas).

Acho que agora é com voces…

 Por Fábio Santos
(não copie este texto sem a prévia do autor)