25 de outubro…

outubro 24, 2008

21 Anos se passaram
E o que eu aprendi ?

Aprendi que ser respeitado, é saber respeitar,
Que ser lembrado, e fazer a diferença.
Aprendi que é preciso arriscar para uma hora acertar,
Que ser amado é saber amar com sinceridade.
Aprendi que família pode ser unida,
Que a união pode no ensinar.
Aprendi que as diferenças são necessárias,
Que é preciso ouvir o coração.
Aprendi que a vida tem valor,
Que nós somos culpados pelos nossos atos.
Aprendi que posso conquistar,
Que nada pode ser impossível.
Aprendi quem é o verdadeiro Deus,
Que o perdão nos faz crescer.
Aprendi a lutar com minhas próprias mãos,
Que a ignorância pode nos cegar.
Aprendi a pensar,
Que agir antes de fazer.
Aprendi a planejar o futuro,
Que logo será hoje.
Aprendi que o amor é necessário,
Que o ódio só nos regride.
Aprendi á aprender,
Que o querer é poder.

Post: Fábio Santos

Parabens para mim, estou feliz e realizado, e saibam que nunca esquecerei de todos aqueles que colaboraram tanto direto, ou indiretamente, pois a minha felicidade é resultado de uma luta, de varios tropeços, mas hoje a minha vida esta estabilizada, mente equilibrada, amigos de verdade, familia, tudo que um ser humano precisa para ser feliz eu tenho !!!

Abraços á todos
E obrigado ao amor da minha vida*

Anúncios

outubro 21, 2008

“A família é como a varíola: a gente tem quando criança e fica marcado para o resto da vida.” (Jean-Paul Sartre)

 

Família é sempre família, quem não tem lembranças do passado, ora boas ora ruins, mas todo tem. Eu, em particular tenho várias, desde da reunião dos primos disputando no mega-drive o mortal Kombat, comprando aquele pirulito “piroscópico”, os clicletes “bolin-fruta” em formato de frutas, o chocolate “surpresa”, o tamagoshi (“bichinho virtual, no qual eu tive um ET !?), um teclado (que sempre alguém da família tinha que ter) o som de festa protagonizado pelos eternos “Mamonas Assassina”. enfim, são lembranças que ficaram no passado, e colaboraram para se tornar eterna lembranças.

Estou reflexivo, já que sábado (25/10) completo meus 21 anos, e agradeço a família que tenho (inclusive aquela que Mega drive (tec Toy)me acolheu), faço de todas as pessoas que me ajudaram uma família, e sou muito feliz por isso. Depois de tantas turbulências no ano passado, eu finalmente vou comemorar meu aniversário com a casa cheia, muita música, muito bolo,e os pãos de queijo que eu tanto adoro(é, sei que é estranho em uma festa de aniversário), e não pode faltar os “BEIJINHOS” e “BRIGADEIROs”, )pois qual é a festa de aniversário que não tem docinhos.

Na verdade, muitos que eu queria que estivessem presente, não poderão vir, mas sei que de alguma forma estarão presente.
Minha festa era para ser surpresa, mas não se consegue enganar um escorpiano chato, um fanático por Sherlock Holmes, e descobri a surpresa (que á esta altura, não é mais surpresa), inclusive descobri meu presente.

Pela caixa, prateada, fechada com uma fita preta, logo pensei: “deve ser a triologia do Matrix, ou dos Senhor dos Áneis, ou quem sabe aquele box com os melhores episódios da minha séria favorita Arquivo-X…),  pois sempre ganho dvds, gosto muito de filmes, e sempre ganho ou compro dvds, se vou fazer compras; lá vai o Fábio procurar seus dvds de terror…
Em qualquer oportunidades estou comprando os benditos dvds, e alimentando este vício. Mas amor é amor ! Pois conseguiu me surpreender, faz tempo que não ganhava livros, e ganhei a biografria autorizada de ninguém menos que a… Madonna, escrita por sua fã Lucy O’ Brien. Tenho uma apreciação pelo trabalho de Madonna, ela inspira a qualquer um que queira alcançar determinado sucesso, para ela os obstáculos ficam tão pequenos (e isso ninguém pode negar), e é possível tranferir isso para nossa vida particular, seja ma vida social, financeira e até mesmo emocional.

E isso é tudo pessoal, e como diz uma amiga em especial; “Obrigado pela audiência”.
Tenham uma ótima semana, e lembre-se de se preoculpar com o futuro, esse papo de viver o presente não dá certo não, pois o presente logo será o passado.

Por Fábio Santos