SE ALGUÉM TE PROCURAR

março 7, 2009

Com frio… É porque você tem o cobertor.
Com alegria… É porque você tem o sorriso.
Com lágrimas… É porque você tem o lenço.
Com versos… É porque você tem a música.
Com dor… É porque você tem o curativo.
Com palavras… É porque você tem a audição.
Com fome… É porque você tem o alimento.
Com beijos… É porque você tem o mel.
Com dúvidas… É porque você tem o caminho.
Com orquestras… É porque você tem a festa.
Com desânimo… É porque você tem o estimulo.
Com fantasias… É porque você tem a realidade.
Com desespero… É porque você tem a Serenidade.
Com entusiasmo… É porque você tem o brilho.
Com segredos… É porque você tem a cumplicidade.
Com tumulto… É porque você tem a calma.
Com confiança… É porque você tem a força.
Com medo… É porque você tem o Amor!

 Ninguém chega até você por acaso, em “tudo” há propósito… 
“Você pode até não ser ninguém para este mundo, mas é o  mundo para alguém”                            
Autor Desconhecido

Off Topic

    Para quem não me conhece, saiba de uma coisa, eu tenho algo estranho (?!), tenho mania de falar coisas que acontecem.
    Como sempre, estou na caminhada do conhecimento interior, me conectar com o superior, encontrar razões para viver, e buscar ser cada vez mais feliz. Estou muito feliz, realizado por manter amizades, no qual há uma confiança maior, fui promovido no trabalho (por mais que pequeno, foi mais uma degrau), agora trabalho na área de suporte técnico (minha cabeça já está saindo fumaça),e minha família está ótima, ou seja, 2009 realmente é mais um ano de mudanças.
    A cada  retrospectiva eu percebo  quão grande são as mudanças em nossas vida, e que não devemos passar nenhum detalhe.
Amando cada vez mais á quem me ama, dando valor á quem merece !!!

Obrigado pelos acesso, as atualizações não estão sendo frequentes devido aos estudos, e outros projetos !!!
Um ótimo final de semana para todos, que 2009 traga muita luz para todos, 2012 está chegando (!!!).

Por Fábio Santos


Assustador ! Robert – o boneco voodoo

agosto 1, 2008

“Em 1896, uma empregada – praticante de voodoo segundo a história – descontente com seus patrões resolveu fazer algo para “retribuí-los”.
Deu de presente ao filho do casal, Robert Eugene Gene, um boneco de 1m de altura e recheado de palha. Tinha um rosto humanizado e se tornou muito adorado pelo garoto. Ele decidiu chamar o boneco de “Robert.
O boneco se tornou compania inseparável de Gene. Seu pai costumava ouví-lo constantemente falando com o boneco. Isso seria normal, se os pais não ouvissem Gene respondendo a si mesmo com uma voz completamente diferente da sua.
Coisas estranhas começaram a acontecer. Vizinhos diziam ver Robert aparecer de janela em janela, quando a família estava fora de casa. Gene começou a culpar Robert quando algo errado acontecia. Seus pais diziam ouvir risos do boneco e podiam jurar ver o vulto de Robert correndo pela casa.
Gene começou a ter pesadelos e acordar gritando. Quando seus pais entravam no quarto encontravam-o bagunçado, com móveis virados, com o menino encolhido com medo e o boneco nos pés da cama sentado. “Foi o Robert!”… O boneco foi colocado no sótão e ficou lá por muitos anos.
Quando os pais de Gene morreram ele redescobriu Robert no sótão. O poder de Robert sobre Gene era forte e no momento em que Gene pôs os olhos em Robert, sua influência pode ser sentida novamente. A esposa de Gene sentia-se desconfortável com o boneco. Um dia cansou-se do olhar incomodo do boneco e o devolveu ao sótão. Gene ficou chateado e exigiu que Robert tivesse um quarto só para ele, de onde pudesse ver a rua pela janela. Ele colocou o boneco em um quarto, próximo a janela. Pouco depois a sanidade de Gene começou a a ser questionada.
Os cidadões de Key West ouviram falar de Robert e sua maldade. Muitos diziam ver Robert na janela rindo de suas caras quando passavam pela casa. Crianças evitavam passar perto da casa com medo do olhar maligno de Robert.
Gene, disse que certa vez ao visitar Robert em seu quarto, encontrou-o na cadeira de balanço com raiva de seu quarto. Isso fez com que Gene se enchesse de Robert, mas o boneco tinha outros planos.
Visitantes diziam ouvir passos indo e vindo no sótão e estranhas risadas, após um tempo as visitas cessaram na casa de Gene.
Gene morreu em 1972 e a casa foi vendida à uma outra família e o conto de Robert foi esquecido…
Mas Robert esperou pacientemente até ser novamente redescoberto no sótão pela filha de 10 anos dos novos proprietários da casa. Pouco tempo depois a menina começou a se queixar que Robert a torturava e infernizava sua vida. Mesmo após 30 anos ela continua a afirmar que “A boneca estava viva e queria matá-la”.
Robert, ainda vestido em sua roupa branca de marinheiro vive confortavelmente, ainda que bem guardado, no Key West Martello Museum. Funcionários do museu continuam a relatar que Robert ainda faz seus velhos truques nos dias de hoje.

Abaixo contem o video que conta a assustadora história (em inglês);

A história sendo mentira ou não, oque se pode provar é que o boneco existe mesmo.
Veja no video abaixo, um video gravado no Museu Key West Martello:



Como acima esta esrito, se é verdade ou não, não sabemos, mas o boneco existe para comprovar a história. Este relato daria um ótimo filme de terror/suspense !!! Já imaginou a cena no qual se escuta barulhos, e o boneco olhando com sarcasmo os vizinhos. Seria na atmosfera criada pelo excelente filme “Os outros (Nicole Kidman)” e porque não o suspense de  “A chave mestra (skelington Key)” iria ser o maximo, colocaria Jhonny Depp como o Gene, também iria querer a Kathy Bates ou Mia Farrow como a mãe e avó etc … viajei longe, só falta indicar Eli Roth ou Sam Raimi para a direção hehe (ou quem sabe Stephen King poderia dar sua reiventada).

Bom, um ótimo final de semana á todos… e que possam alugar uns filminhos (como eu rsrsr), pois no final do Sabado dizem que irá chover !!!