Reflexão sobre mudanças

setembro 11, 2008

A todo instante estamos em mutação, nossa sociedade começa á se adequar á novos
padrões de vida e meio ambiente.
Infelismente, com todas estas mudanças,que posso dizer que são favoráveis (já que
as situações não são as mesmas que as de antes),certos valores ficaram com um objeto
admiravél em um museu de antiguidade.

O novo modelo da familia contemporânea;
Hoje o rumo das coisas tomaram proporçoês diferentes, já que a mulher finalmente
conseguiu seu espaço na sociedade (fazendo com o que a mulher fosse tão bem
vista quanto um homem em um ambiente de trabalho),as crianças já não tem aquela
inocência (infelizmente em certos aspectos), o homem é apto a exercer o que antes
somente a mulher fazia (vida doméstica), como o avanço da medicina moderna estamos
retardando nosso tempo de vida (e porque não também dizer nossa beleza !), olha
quantas coisas já refletimos, e pode ter certeza que é conteúdo para um livro inteiro.

A aceitação da diversidade;
Com a evolução de valores, esta cada vez é mais aceita á diversidade.
Temos em nossa sociedade o exemplo do novo conceito de vida, a aceitação
é importante para a evolução do nosso sistema. O negro é mais respeitado, já
que tem as mesmas competências de uma pessoa branca ou de qualquer outra etnia.
Vivemos em um mundo em que tudo será pesado em entre o bom e o ruin, o bonito e
o feio, o rico e o pobre, mas temos a possibilidade de encontrar um padrão de vida,
baseado em lutas e busca por melhorias. Não tem como falar de diversidade sem
falar em HOMOSSEXUALISMO,pois em nossa sociedades encontramos lébicas e gays, que
possuem também os mesmos direitos de que qualquer outra pessoa. Eles gastam,
 pagam contas, pagam impostos, ou seja, nada diferem dos demais que possuem os
 mesmos gastos, e contribuem da mesma forma ao governo, o progresso é notável,
 não há a ACEITAÇÂO (pois ninguém é o obrigado á concordar ou não, se a pessoa
 nasceu ou optou), mas sim o respeito, são seres humanos que sentem e amam.
 Perante a lei e ao governo, deve-se ter uma equiparação entre os demais,
 hoje é possível encontrar diversas familia que se encaixam no novo
 padrão de familia, pois já tem pessoas do mesmo sexo que conseguem
 educar e oferecer um ambiente benéfico para seus respectivos filhos,
 ainda é pouco, pois há aqueles que protestam contra, e usam blasfêmias
 para impedir a felicidade das pessoas, e também para contribuir o
 retardamento da normalização das causas homoafetivas.
 Temos que respeitar uns aos outros, as pessoas devem ser avaliadas
 pela inteligência e competência e não pela sua cor, crença e opção
 sexual.
 
 “Quem inventou o amor? Me explica por favor!” (Renato Russo)
 O amor nada mais é que uma mutação, com a evolução da raça humana, valores
 foram se formando, conceito de família, e o afeto.
 O afeto, o carinho extremo, foi deixando de ser abstrata e começou a ser modelada, tomando forma.
Quem inventou o Homem ? Deus, evolução , você é quem está apto a saber, etc. Quem inventou o amor ? Ninguém inventou, e sim agregou ingredientes, mas o amor tomou tal forma, que é praticamente uma língua universal, onde você for você encontra uma fonte de amor.
E cada vez mais devemos refletir em nossos atos, e não esquecer de respeitar e amar.

Há respostas que não precisa de palavras, basta um olhar e um abraço, isso traduz um sentimento universal e único. Com tanta coisa ruin na televisão, ando refletindo sobre comportamentos e atos. O que acontece com as nossas crianças ? Por quê os pais estão tão distantes dos filhos ? Não devemos nos deixar ser levados pela onda da desistência, vamos ser persistente, porque só pelo ato de “tentar” será um diferencial para o UNIVERSO.

Por Fábio Santos

Anúncios

Reflexão sobre Amor

julho 26, 2008

Ontem estava eu me questionando sobre o amor, e segui a seguinte constatação:
Amor é sentimento que se conquista, ao inverso disto eu chamaria somente de paixão.
Amor é construir bases para o futuro, se não seria uma perda de tempo.
Amor é confiar, como pode amar porém não confiar ?
Amor é elevar as qualidades dos defeitos, mas ao mesmo tempo reconhecer os defeitos e oferecer total compreenção.
É como a curiosidade que a palestrante Celia Nascimento disse ; “O homem e a mulher têm maneiras diferentes de lidar com determinadas situações, quando as mulheres estão extressada, com a alto-estima baixa, ou até mesmo depressão, a tendência é se dirigir a outra amiga e “fofocar”, elas falam sem parar !!! Já os homens são completamente diferentes, pois eles se isolam, e por este motivo acabam entrando em atrito…” Por isso deve ser estabelecido a compreenção e o respeito.
É interessante notar estas diferenças, tudo nesta natureza esta em sua dualidade, mas são dualidades que se completam, o dia precisa da noite, o macho precisa da fêmea, todos nós precisamos uns dos outros, e por este motivo é que devemos desencadear um “entendimento entre as espécies” e por que não em nossos sentimentos também.
Sempre agradeço pela oportunidade de conhecer pessoas que me motivam á pensar, a buscar soluções, pois tanto no meu lado profissional e até mesmo pessoal, eu primeiro busco as respostas para depois perguntar ! Amor é respeitar, é sentir, é vibrar, é ajudar, e principalmente crescer. A fruta quando amadurece cai da árvore, sendo assim algum animal irá consumir, e através das fezes ou mesmo dos restos irá brotar uma árvore que gerará outros frutos, uma lei contínua. O amor também é assim, ele amadurece, e depois de passar pela “Época do Atrito” (época no qual conhecemos a nossa metade, época que estabelecemos os motivos de uma vida junta…), todos nós temos a capacidade de amar, mas para amar você deve se desenvolver, e para se desenvolver você deve querer, é para querer você tem que se mover, para tornar seus desejos possíveis.
Temos que amar para sermos amados, essa é a lei do retorno, que é agregada a cada momento em que piscamos, e em um piscar de olhos muitas coisas podem acontecer. Enfim, amor é uma palavra que não tem explicação, pois seu conhecimento é muito além da mente limitada do ser humano, mas que sabemos por definição, que a energia que nos rege.

Lembre-se, todos somos aptos á amar e sermos amados, é só querer…

Por Fábio Santos

Este texto é de autoria do autor citado acima, jamais deve ser publicado sem a prévia do mesmo.