Você têm princípios ?

novembro 6, 2008

   O dias passam devagar, mas ás vezes me deparo em frente ao espelho e percebo o quanto o tempo já passou ! Você já parou para pensar sobre quantas coisas mudaram em sua vida ? Percebeu como as crianças cresceram ? Perceberam que a cidade está mais “cheia” ? Percebeu que você não é mais o mesmo ?
   Anos passam e anos vem, e antes o que era uma confraternização de fim de ano com a família; só é memória agora, lembranças do frescor de uma vida sem compromisso, sem as responsábilidades que a vida exige. Me lembro como se fosse ontem, as músicas tocadas, as refeições, ás brincadeiras que não vemos mais, adorava brincar de “polícia, detetive e ladrão”, “pega-vareta”, mímicas, entre outras coisas de criança feliz. Passavamos a manhã na escola, admiravamos os adultos (ás vezes queriamos até imitá-los), chegavamos em casa e era brincadeira o dia inteiro. Lembro até mesmo dos programas da época (com a qualidade extinta da televisão aberta), tinhamos “Rá-tin-Bum”, “Castelo Rá-tin-bum”, “Glub-Glub”,”Familia Dinossauro”, o meu desenho preferido “Scooby-Doo”, “X-tudo”, “O mundo de Beackman”, e muito e muitos outros.
    E comparando o passado que tenho medo do futuro, já não se vê crianças brincando de forma natural e sem compromisso, o que vejo são meninas “querendo ser mulher”, garotos que já mostram sinal de machismo e “competição antecipada”. E tudo isso a troco de quê ? Crianças estão tendo suas infâncias roubadas, a cidade cresceu, todos estão trabalhando cada vez mais (o custo de vida está cada vez mais alto), e como consequência vemos crianças sendo educadas pela televisão, ou então pela internet (o que ainda mais pior, devido a facilidade de acesso á materiais impróprios).
    Temos que lutar para oferecer uma vida melhor para quem amamos, a vida abrange aqueles que á acompanham, mas não devemos esquecer nossos príncipios, pois a nossa vida deve ter “regras”, temos que impor “limites”, sendo assim preservamos a essência do verdadeiro amor acessa, pois quanto mais passa o tempo, mais esta chama ameaça apagar. Se você buscar respostas para sua vida, você terá, mas primeiro deve procurar, não se limite á pensar, a resgatar seus princípios, e também para vivê-lo itensamente. Ame e cuide de que você ama como se fosse um cristal, lapidando com extrema cautela, pois qualquer risco pode se tornar uma cicatriz. Comece a refletir sobre o futuro, planeje sua vida, traçe objetivos, tudo o que é feito com amor é válido para preparar o seu futuro. Faça do momento que você tem disponível, um momento único, se reserve para ler, debater, amar, assistir um bom filme, entre muitas outras coisas agradáveis que você possa fazer. Cuidado com as palavras que você diz hoje, ela não serão boas lembranças, e também não serão favoráveis no futuro, cuidados com a programação venenosa que estamos vivenciando com a televisão brasileira, se preoculpe com a qualidade das informações que você está permitindo entrar em sua casa.

Viva com intensidade, viva com amor, não se limite ao querer o bem daquele que você tanto  ama.

Por Fábio Santos


Uma questão para perdoar …

outubro 31, 2008

Batatas na mochila…

O professor pediu para que os alunos levassem batatas e uma bolsa de plástico para a aula.
Durante a aula ele pediu para que separassem uma batata para cada pessoa de quem sentiam mágoas, escrevessem os seus nomes nas batatas e as colocassem dentro da bolsa.

Algumas das bolsas ficaram muito pesadas.
A tarefa consistia em, durante uma semana, levar a todos os lados a bolsa com as batatas. Naturalmente a condição das batatas foi se deteriorando com o tempo.
O incômodo de carregar a bolsa, a cada momento, mostrava-lhes o tamanho do peso diário que a mágoa ocasiona, bem como o fato de que, ao colocar a atenção na bolsa, para não esquecê-la em nenhum lugar, os alunos deixavam de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para eles.

Esta é uma grande metáfora do preço que se paga, todos os dias, para manter, a dor, a bronca e a negatividade. Principalmente quando damos importância aos problemas não resolvidos ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o estresse e roubando nossa alegria. Perdoar e deixar estes sentimentos irem embora é a única forma de trazer de volta a paz e a calma.

Então vamos jogar nossas batatas fora e exalar um belo Perfume…

 (autor desconhecido)

On the Topic

    Uma pessoa muito especial contou este texto para mim e achei muito interessante, ele relata com um certo impacto o fato de nossos problemas serem como batatas. Batatas com o tempo ficam podres, exalam um cheiro insuportável, e pesam, e os nossos problemas são assim também; podres, insuportáveis e pesam.
    A mágoa vem do latim MACULA , e representa sentimentos de desgosto, amargura, tristeza e ressentimento. E em muitas vezes pode se notar a mágoa na face da pessoa. É um sentimento ruin, que deteriora o ego do ser humano, nos deixa com receio, e acaba nos privando do melhor que a vida pode oferecer.
Uma frase muito interessante de William Shakespeare traduz muito bem o que quero dizer; “Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra.”
E literalmente é isso, pois quem sai perdendo é quem quarda toda essa mágoa, e não devemos deixar que este sentimento domine nossa alma. Quando uma erva-daninha está preste a acabar com a sua vegetação; você para para ver o resultado, ou você corta o mal pela raiz ?
Li também uma frase interessante dita pela grande artista Frida Kahlo, e ela disse o seguinte; “Bebo para afogar as mágoas. Mas as danadas aprenderam a nadar !” A frase que foi citada acima é um exemplo de quando se quer remediar o mal com o próprio mal, e é lógico que esta não é a solução, pois agrava ainda mais a resolução do problema.
    Portanto seja forte, pois como disse Mahatma Gandhi; “O fraco jamais perdoa, o perdão é característica do forte”, e somente você é responsável pelo seus atos, não existe nínguem e nada em quem colocar nossas culpas. Me lembro de quando li que sacrificavam bodes para repugnar os pecados, ou seja, criaram a expressão “bode expiatório“, para que tivessemos quem culpar, assim como criaram … etc.
    Temos que saber reconhecer nossos erros, saber perdoar, não alimentar de sentimentos que não faz bem para nossa vida, o responsável pela a qualidade da sua vida é você mesmo. Primeiro tente entender a situção, depois procure dentro de você a resolução, e não há nada melhor do que perdoar, isto te fará forte, e você se livrará de todo peso que uma mágoa (mal resovida) pode te atrapalhar.

Por Fábio Santos