Possível conseqüência do uso de Celulares.

setembro 29, 2009

Mais um assunto preocupa o usuário de telefonia móvel.

Quem nunca ouviu falar que utilizar demais o celular causaria câncer como Tumores cerebrais??? Pois é, desta vez vários estudos apontam que isso não se trata de uma “lenda urbana” e sim uma real possibilidade.

O uso da telefonia em massa começou nos anos 80 no exterior, mas no Brasil já era crescente a cada ano a partir da metade dos anos 90 (lembram daquele modelo da Motorola com o famoso “VIBRACALL”)motorola_anal_gico

Há um estudo chamado “Celular e tumores cerebrais: 15 razões para preocupação”, criado pela International EMF Collaborative (EMF é a sigla para “campo eletromagnético). O estudo é um pouco controverso (assim como o assunto). Na verdade não é possível afirmar que o uso do celular causa tumores cerebrais, pois a utilização ainda é recente para que aconteça este tipo de consequência, mas é possível afirmar que a utilização do celular pode quebrar uma das “fitas” da estrutura do DNA, mas neste caso ela é recomposta, mas se quebrada duas pode haver uma mutação genética que poderá levar a degeneração orgânica ou até mesmo um câncer. Um outro efeito que foi possível ser notado, é que há uma alteração da barreira hematoencefálica (membrana no cérebro) que poderia ser um fator cancerígeno. Um outro estudo revela que o uso continuo de mais de 10 anos oferece maior probabilidade de desenvolver um câncer no lado que mais utiliza o telefone, o mesmo estudo diz que a probabilidade é de cerca de 50% a 90% de desenvolver tumores.

Gliomas é um dos tumores cerebrais que poderiam se desenvolver, estes tumores afetam as células que dão suporte adna_500 nutrição dos neurônios ou até mesmo os neuromas acústicos (afetam o canal auditivo). Estudos mostram que até as glândulas salivares podem ser afetadas pelo efeito da radiação (segundo um estudo israelense). Por curiosidade estudaram também os aparelhos que emitem mais ou menos radiação, e as apontadas como emissoras de maior freqüência de radiação são as grandes; Black Berry e Motorola (embora os mesmo apareçam na lista oposta), Nokia e Siemens aparecem na tabela de “menos” radiativas, nenhuma das marcas responderam aos dados da pesquisa.

Homens se espantem!!! Relatórios revelam que adolescentes e homens que guardam seus aparelhos celulares no bolso, podem ter menor números de espermatozóides.

Como o Brasil tem projetos de usar um microcomputador(ou os famosos “netbooks”) por aluno nas futuras aulas, possivelmente estarão expostos á tecnologias WIFI, Bluetooth, Wimax, etc. Lembrando que nas crianças os efeitos podem ser ainda maiores (pois nelas as reproduções das células ocorrem mais amiúde).

Linha EcoVision desenvolvida pela Siemens.Feita de materiais reciclado e carrega a energia solar !

Linha EcoVision desenvolvida pela Siemens.Feita de materiais reciclado e carrega a energia solar !

Na verdade na comunidade cientifica, somente 02% pertencem aos BioInitiative (parte responsável por afirmar dos males do uso dos celulares), e 98% é a grande maioria que não acreditam nesta proporção de informações, e concordam que os males do uso de telefones celulares são muito pequenos para serem relevantes para os padrões de segurança estabelecidos pela OMS (Organização Mundial da Saúde), ou seja, o efeito biológico é praticamente nulo. Lembrando que é cedo para temos certeza da real conseqüência, para um fumante desenvolver algum tipo de câncer, poderá demorar 20,30 até 40 anos! Mas não vamos criar pânicos, sempre estivemos expostos á diversos tipos de radiações, tudo é questão de estudar uma maneira mais “verde” de utilizar a tecnologia!!!

Por Fábio Santos

Não copiar o texto ou alterá-lo sem a permissão do autor

Fonte:

O Globo RJ Editoria: Digital
OMS
International EMF Collaborative

Anúncios

Simples como amar

setembro 6, 2009

Nesta madrugada estou a pensar sobre as questões simples da vida, e cheguei

Carla e Danny explorando seus sentimentos.

Carla e Danny explorando seus sentimentos.

a seguinte conclusão; Nada na vida é fácil, e tudo que vem de um modo fácil se torna efêmero, portanto amor se conquista a cada dia.
Pensando nisso, lembrei de um filme de uma simplicidade imensa para explicar o que é amar.

Carla Tate é vivida pela excelente atriz e cantora Juliette Lewis, e conta com a atuação única de Giovanni Ribisi interpretando o par romântico Danny McMann e tem direção do Garry Marshall.
Carla e Danny têm deficiência mental, porém descobrem juntos o amor em sua forma mais simples, embora sua mãe Elizabeth Tate (Diane Keaton) tenta de todas as formas corromper este relacionamento, enfatizando o ato do preconceito. Porém com o tempo ela vai aceitando a ídeia diante da determinação de Carla, e acaba conseguindo  morar sozinha em um apartamento, e posteriormente casando-se (de sua forma) com Danny.

Momento em que a mãe se preoculpa com "certos assuntos" com Tate.

Momento em que a mãe se preoculpa com "certos assuntos" com Tate.

O filme é de uma sensibilidade única, alternando em uma comédia sem málicia,romance sincero e mesclando com um assunto sério.
O  que mais me impressiona ao assistir o filme, é perceber os obstáculos que colocamos em nossa frente, dos limites que nós mesmos criamos, sendo assim, dificultamos o desenvolvimento de um sentimento maior.
Simples como Amar (The other Sister) é um filme que faz você refletir sobre o amor, aquele amor que você julga impossível, e derrepente você percebe que as coisas podem ser mais simples do que parecem, simples como amar !

Por Fábio Santos

Alison Krauss – When You Say Nothing At All

Off Topic

Pois é galera, sou fanático por filmes de terror (suspense, sci-fi, drama etc), mas também tenho coração (!) E este é um dos pouco filmes românticos que eu realmente gosto e recomendo ! Acredito que muitos devem estar confusos imaginando se estão no blog certo, mas uma coisa eu digo, este ser vos escreve também ama !!!

Um abraço á todos e obrigado pela visita e comentem, estou ancioso para ler a repercussão que isso irá causar…

Este texto não deve ser copiado sem a repectiva autorização do autor.