What’s going on

janeiro 23, 2010

Como era bom ser criança, brincar pelo quintal sem se preocupar, assistir á programas infantis e rir das coisas alheias, estendendo a mão para ajudar a mãe nos afazeres domésticos. Quanto mais o tempo passa, mais eu me sinto nostálgico, e com vontade de me desligar deste mundo caótico.

Televisão hoje é um meio de deprimir o seu ego, quer ficar mal? Ligue a Televisão. Tudo é tão sensacionalista, ou é a pura verdade que não queremos acreditar. Já perdi a contas do tamanho dos absurdos, dezenas de crianças inocentes e abandonadas em qualquer lugar imundo, adolescentes sendo abusadas, mulheres sendo agredidas pelos seus próprios “parceiros”, e tudo isso sendo supervisionado pela natureza, e me parece que ela não está nem um pouco contente!

É notável a sua ira, o mundo sempre foi desequilibrado, e o Homem não lutou o suficiente para estabelecer um equilíbrio entre o meio ambiente, e o que vemos é a resposta, um grito alarmante que de nada parece ajudar.

Quantas vidas já não estão entre nós, estão perambulando buscando entre os escombros, vestígio de uma vida que se foi, quantos brasileiros se afogando em meio á tanta falta de cuidado e atenção, e o mundo sendo castigado enquanto o Homem finge não saber o motivo.


Aonde vamos parar? Enquanto se datam ofim do mundo, acho que a natureza esta mostrando que quem determina o tempo é ela. Até quando daremos maior atenção para as reformas tecnológicas (paranóia hi-tec)? E se esquecer do meio ambiente que nos acoberta dos acontecimentos naturais (mesmo que devastadores). Até quando nos preocuparemos com a mais perfeita inteligência artificial? E esqueceremos do eu pensante, que no momento de nada pensa e nada acontece.

A pergunta que fica no ar (se desviando das freqüências wi-fi), até quando?

Por Fábio Santos

Sugestão de Musica: What’s going on (Cyndi Lauper)

Anúncios

Morador de rua teve 40% do corpo queimado.

outubro 9, 2008

Injustiça, falta de punição será que são as peças que faltam na nossa sociedade ?!

 São situações como estas acima que passamos no Brasil, país no qual é rico, mas a maior população é pobre, um país que é líder em diversos setores de exportação, mas que passa fome e sofre com a falta de atenção. A política do Brasil é suja, pois muita coisa errada acontece, falta índole, isso por que estamos em plena candidatura de um novo Prefeito. 
O que mais me icomoda no Brasil é a falta de punição, pessoas estão soltas por aí, prestes á cometer os mesmos erros (pois não há a resstruturação na educação), pedófilos que cometem monstruosidades, assassinos sem medo da justiça, mas… por que ter medo de algo que é tão falho (para não dizer que não existe !).

Há uma parcela em nossa sociedade que são pessoas que lutam para mudar o nosso quadro atual. No lixo do Planalto, há sempre uma alma iluminada e disposta a pregar mudanças. Mas não podemos deixar que a grande parcela continue com essa vida sem lei, sem medo algum de uma justiça falha,  me entristece saber que a única preoculpação que o preoculpação tem, é ser rico, é ganhar dinheiro, etc…

Como eu sempre digo, a educação começa em nossa própria casa, onde educamos e preparamos nossos filhos para o futuro, mas a família brasileira está tão distante, que tal educação acaba vindo da rua ou das escolas…

Indignação com o que o ser humano é capaz de fazer por “diversão”. Mas a vida é justa (embora ás vezes achamos que não), tudo o que é feito é devolvido , a vida recicla valores e atitudes, e cada um de nós somos responsáveis pela vida que levamos, é lógico que têm pessoas que exercem uma responsábilidade maior perante a sociedade, e é aí que está o prejuízo !!! Ou quem sabe um dia…  

… a solução.

 

Por Fábio Santos